Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
A chama do desamor

"Amor é fogo"
Desamor é chama
Que que arde e queima
E a gente sente
E a gente vê
Mas o agente
Nem sente
Nem vê
O padecer
Da vida a gemer
No fogo a arder
Sem poder correr
O sangue a verter
Na chama a derreter
E a disputa pelo poder
Faz entorpecer
Corações e mentes
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 19/09/2020
Alterado em 19/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras