Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
Prece em versos
Ao universo
Lancei uns versos
Uni os versos
Fiz um poema
De quarentena
Sem lengalenga
Cheio de amor
Perfume de flor
Luz do Criador
Que não cria a dor
Mas nos tira da dor
Reuni mais versos
E ao universo
Em meio aos reversos
Elevei uma prece
Para que se apresse
E afugente essa peste
A humanidade agradece.
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 20/09/2020
Alterado em 20/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras