Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
Lágrimas e versos

Se as lágrimas escorrem
Nos dedos os versos correm
Misturam-se no papel
Diluindo a dor, o fel
Fazendo nascer
Outra matéria
Ou substância
Na circunstância
Que circunda
E distancia
E pela fé
Já alivia
E se a lágrima
encontra na folha
uma gota de cor
pode criar uma flor
Colorindo o bolo
Ou o imbróglio
Se a cor é amarela
Pode nascer um sol
E iluminar a tela
E o interior dela.
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 23/09/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras