Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
Sobre o tempo

Ele está em tudo
Ele conduz tudo
Ele marca tudo
Ele perpassa tudo
Ele é o tempo
É cortado, fatiado, desejado
Às vezes ignorado
Ele marca tudo
Marca a pele
Marca a alma
Marca a vida
Ele retira e sara
Retira lembranças
Sara feridas
Esclarece e confinde
Esclarece dúvidas
Confunde a mente
Apagada anotações
Ele leva e traz
Leva quem amamos
Traz outros amores
Ele é sábio
Como sábio é o se inventor
Mistura as informações
Mistura as situações
Nos faz voltar ao começo
Pode ser nosso aliado
Pode ser nosso inimigo
Podemos ganhar ou perder
Ele continua o curso
Sem pausa, sem paradas
Nós pausamos
Paramos pra respirar
Ele segue, sem pestanejar
Nós, o perseguimos
Queremos a todo custo
Dominá-lo ou
tê-lo ao nosso favor
Em prol do nosso labor
Mas ele é ele
Com todo o seu vigor
Não cede a ninguém
Imperador ou ditador
Ninguém o aprisiona
Ninguém o interrompeu
De força poderosa
De passagem silenciosa
Destrói e recria
Afasta e aproxima
Esse Senhor dos destinos
A nós cabe segui-lo
Viver o que ele nos traz
Buscar a ele nos aliarmos
E seguir nossa caminhada
Por ele perpassada
Pra no final,
No final da nossa jornada
Não mostrar-nos angustiados
Afinal, o final dessa jornada
Não nos é comunicado
Podemos ver sinais
Mas também pode chegar
A qualquer hora e lugar
Só nos resta o tempo aproveitar
O tempo presente
Que ganhamos de presente
E vai se tornando
Tempo passado
Enquanto eu escrevia
E aqui divagava sobre ele
Ele foi passando
Passando rapidamente
Eu, divagando lentamente.
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 11/10/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras