Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
Na fé
Tão logo chega
A luz do novo dia
Abraço a fé.
 
Em cada passo
Seguindo no compasso
Me ponho de pé.

Se eu tropeçar,
Tombar ou até cair
Na fé levanto.
 
Levo no rosto
Sempre a melhor arma
O meu sorriso.

Se há lágrimas
Vou regar meu plantio
Depois florescer.
 
Para as dores
Recordo os amores
Vejo as flores.
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 31/10/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras