Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
Ben-te-vi

Ben-te-vi
Não te vi
Só te ouvi
Cantando
Teu canto
É teu nome
Teu nome
É o teu canto
Sempre sozinho
Habitas o campo
Ou as cidades
Pousas nos galhos
Ou no fios
Dizendo sempre
Que viu
O que viu?
Alguém viu?
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 13/11/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras