Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
As marcas do tempo

Que o tempo deixa marcas
É consenso
Marcas na pele
No cabelo
Nas mãos
Nos olhos
Ah, nos olhos
O tempo marca
De diferentes maneiras
Existem aqueles que com o passar do tempo
Ampliam o campo da visão
Mesmo vendo menos
Ou perdendo totalmente a visão
Passam a ver mais e melhor
Porque ver não é só sobre olhar coisas
Ver é sobre enxergar
E enxergar tem a ver com o sentir
E sentir tem a ver com amar
E amar tem a ver com viver
(Muitos acham que é sofrer
Talvez porque aprenderam a ver
Mas não conseguem enxergar)
É preciso educar o olhar
Já dizia Rubem Alves
Pra enxergar mesmo quando não vê
Pra ver diferente
Pra pensar e agir diferente
Pra ser melhor
É preciso ver melhor
Ver o pássaro, ver o gato
Ver as pessoas
Ver o céu, as nuvens
Ver as plantas
Ver o mar
Ver a grandeza das pequenas coisas
Ver as maravilhas
Por trás dos momentos simples
E amar o que vê
Gosto muito de olhar
Gosto dos sorrisos
Mas, se estamos de máscaras
O olhar também sorri
O sorriso do olhar toca mais profundo
Toca a alma
Há olhares que marcam
Passe o tempo que passar
Porque o tempo passa
Mas o olhar fica
Marcado na alma.
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 22/12/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras