Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
Padecendo e sendo

Tentei esquecer
Desse meu padecer
Mas me pus a escrever
E vi todo o meu ser
No texto transparecer
Como um apelo do ser
Que deseja sempre viver
Apesar de todo sofrer.

Vi que o meu padecer
Pode até parecer
Algo duro de se viver
Mas entendi ao me ver
E os meus textos reler
Que não se pode querer
Desviar-se do sofrer
Mas procurar entender.

Entender que o florescer
Não vem antes do nascer
E que nascer vai envolver
Experimentar algum sofrer
Para que o grão possa romper
Folha por folha aparecer
Ganhar espaço e crescer
Passa também pelo padecer.

Que esse padecer
Possa na verdade ser
Momento para crescer
Aprender, desaprender
E novas histórias escrever
E sempre agradecer
Pelo milagre que é viver
Apesar do padecer.
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 27/12/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras