Zenilda Ribeiro
Escrever é um ato libertador e uma forma de me reinventar.
Textos
Cabelos ao vento

Anda a menina
Saltitante e alegre
Os cabelos voando
Parecendo asas
E ela feito borboleta
Fazendo piruetas
Alegremente
Desfrutando as delícias
Das carícias do vento
Que embaralha seus cabelos
Parecendo desembaralhar
À sua frente
Os mais belos sonhos
Corre a menina
Como quem tem pressa
De chegar a algum lugar
Ou a nenhum lugar
Apenas drsfrutar
Do ar da liberdade
Que anseia voltar a ter
Sonha a menina
E viaja nas fantasias
E fala-me
De princesas e príncipes
Corre a menina
Em busca do sonho
Em busca da felicidade
Eu olho a menina
E pergunto-me
Cadê a menina
Leve e alegre
Que um dia fui?
Volta, menina.
Zenilda Ribeiro
Enviado por Zenilda Ribeiro em 28/12/2020
Copyright © 2020. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários
Site do Escritor criado por Recanto das Letras